Uma Homenagem ao Rei do POP

Uma Homenagem ao Rei do POP... Faça parte dessa história...
 
InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Thriller: 30 motivos para ser #1

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin_Fernanda
Invincible
Invincible
avatar

Mensagens : 1452
Pontos : 6605
Reputação : 3
Data de inscrição : 06/01/2010
Localização : SP

MensagemAssunto: Thriller: 30 motivos para ser #1   Qua Dez 12, 2012 12:02 pm

01 O mais vendido
‘Thriller’ foi o álbum mais vendido dos Estados Unidos em 1983 e 1984, feito jamais repetido. O álbum ainda passou mais de um ano e meio no top 10 da ‘Billboard’, sendo que, das 80 semanas em que figurou na lista, esteve em primeiro lugar por 37 delas. Ao todo, o disco vendeu cerca de 110 milhões de cópias no mundo inteiro.

02 Singles e clipes
Das nove faixas do disco, só duas não foram lançadas como single: ‘Baby be mine’ (ouça ao lado) e ‘The lady in my life’. Dos sete singles, só ‘Beat it’, ‘Thriller’ e ‘Billie Jean’ ganharam clipes.

03 Outros sons
‘Thriller’, o álbum, não foi o único lançamento de Michael Jackson naquele novembro de 1982. Também produzida por Quincy Jones, a trilha sonora de ‘E.T., o extraterrestre’ foi lançada no mesmo mês e vinha com ‘Someone in the dark’ (ouça ao lado), gravada pelo Rei do Pop simultaneamente ao seu disco mais bem sucedido.

04 Moonwalk
O moonwalk, passo de dança eternizado por Michael Jackson, aparece pela primeira vez no clipe de ‘Billie Jean’. O vídeo foi dirigido por Steve Barron, que também trabalhou nos clipes de ‘Take on me’, do A-Ha, e em ‘Money for nothing’, do Dire Straits.

05 Antirracismo
O sucesso estrondoso e inevitável das faixas de ‘Thriller’ ajudou a quebrar muitas barreiras raciais impostas pela mídia americana. O clipe de ‘Billie Jean’ (assista ao lado) foi o primeiro vídeo de um artista negro a tocar a qualquer hora na então recém-nascida MTV, que chegou a exibir ‘Thriller’ duas vezes por hora. A estação de rádio WPLJ, de Nova York, conhecida por ser uma emissora que só tocava músicas de artistas brancos cedeu a ‘Beat it’ graças ao solo de Eddie Van Halen.

06 Gângsters reais
Lançado em 31 de março de 1983 na MTV americana, o clipe de ‘Beat it’ conta com 80 figurantes que realmente faziam parte de gangues da Los Angeles dos anos 1980 (assista a um trecho do making-of do vídeo ao lado).

07 Not my lover?
Produtor do álbum, Quincy Jones tentou mudar o título de ‘Billie Jean’ para ‘Not my lover’. O motivo? Ele temia que a canção fosse associada à famosa tenista americana Billie Jean King. Já ‘Thriller’, o grande sucesso da carreira de Michael Jackson, quase se chamou ‘Starlight’.

08 Som da África
‘Wanna be startin' something’, faixa de abertura do álbum, conta com o marcante coro ‘ma ma se, ma ma sa, ma ma coo sa’. O verso foi emprestado de ‘Soul makossa’, do saxofonista camaronês Manu Dibango (ouça ao lado). Em 2009, o músico processou Michael Jackson por plágio e as duas partes chegaram a um acordo no tribunal. A célebre frase voltou a aparecer em ‘Don't stop the music’, de Rihanna.

09 Sobra de estúdio
‘Wanna be startin' something’ (ouça ao lado), que abre o álbum, era uma sobra de estúdio de ‘Off the wall’. Michael Jackson começou a compor a faixa entre uma gravação e outra de seu primeiro disco solo, lançado em 1979.

10 Toto
‘Human nature’, do letrista John Bettis em parceria Steve Porcaro, do Toto, deveria ter sido gravada pelo grupo de hard rock e incluída no quarto álbum da banda, ao lado de faixas que mais tarde se tornariam sucessos como ‘Africa’ e ‘Rosanna’. Até que o grupo resolveu entregar a demo da música nas mãos de Quincy Jones, na esperança de Michael Jackson gravá-la. Não só deu certo como os músicos da banda acabaram responsáveis pela parte instrumental de várias faixas de ‘Thriller’.

11 Canções rejeitadas
No começo das sessões de ‘Thriller’, Quincy Jones e Michael Jackson trabalharam em mais de 30 canções. Mesmo não sendo incluídas na tracklist final, com nove músicas, algumas chegaram a ser gravadas, como ‘Carousel’, ‘Hot street’, ‘Nine line’ e ‘She's trouble’. ‘Carousel’ só foi ser lançada em 2001, junto com uma reedição especial de ‘Thriller’ (ouça ao lado).

12 Do pop ao rock
‘Beat it’ foi o primeiro rock'n'roll gravado por Michael Jackson. O cantor compôs a música a pedido de Quincy Jones, que queria ver seu pupilo se aventurar por um estilo inédito. Para atender ao mestre, Michael disse ter composto uma canção que ele compraria, caso fosse fã de rock.

13 Até o presidente
A influência de Michael Jackson chegou à Casa Branca. Durante visita do astro, em 1984, o então presidente americano Ronald Regan citou a letra de ‘P.Y.T. (Pretty Young Thing)’. ‘Vamos dar um pouco de T.L.C. (‘carinho, amor, cuidado’) às P.Y.T (‘coisinhas bonitas’, em tradução livre)’, disse (assista ao vídeo ao lado).

14 Dobradinha de sucesso
A primeira música de trabalho de ‘Thriller’ foi ‘The girl is mine’, repetindo a bem sucedida parceria entre Michael Jackson e o ex-beatle Paul McCartney - que já haviam colaborado em ‘Say say say’ e ‘The man’. Apesar de a dupla reunir forças e de o single ser um sucesso comercial, a música desagradou a crítica, que alegou que Michael estava tentando conquistar ‘o público branco’.


15 Sete entre as top 10
Das nove faixas do disco, sete foram lançadas como singles e todas alcançaram o top 10 das paradas da ‘Billboard’ americana. Depois de Michael Jackson, apenas dois outros artistas conseguiram emplacar sete músicas de trabalho de um mesmo álbum entre as dez mais dos Estados Unidos: Bruce Springsteen, com ‘Born in the USA’, em 1985, e a irmã do Rei do Pop Janet Jackson, com ‘Rhythm nation 1814’ (1989).

16 Guitar hero
Ao ser convidado para criar o solo de ‘Beat it’ por Quincy Jones, Eddie Van Halen pensou que estava levando um trote. Desfeitos os mal entendidos, o guitarrista do Van Halen gravou sua participação na música sem cobrar nada por isso (ouça o solo ao lado).

17 Maior vídeo
‘Thriller’ entrou para o ‘Guinness Book’ em 2006 como o clipe de maior sucesso de todos os tempos. Graças ao seu sucesso, o vídeo também foi o primeiro clipe musical a figurar no registro nacional de filmes mantido pela biblioteca do congresso americano por ser ‘culturalmente, historicamente e esteticamente’ relevante.

18 Orçamento
O orçamento do vídeo de ‘Thriller’ foi cinco vezes maior do que um clipe comum, na época, custando R$ 500 mil por 13 minutos e 43 segundos de vídeo. A produção do álbum inteiro custou US$ 750 mil.

19 O diretor
O cineasta John Landis foi convidado por Michael Jackson para dirigir o clipe de ‘Thriller’ por conta de seu trabalho em ‘Um lobisomem americano em Londres’ (assista ao trailer ao lado), em 1981. Landis também foi o responsável por clássicos oitentistas como ‘Os irmãos cara de pau’, ‘Um príncipe em Nova York’ e ‘O clube dos cafajestes’.

20 O maquiador
O homem por trás das caracterização das criaturas das trevas no clipe de ‘Thriller’ foi Rick Baker. O maquiador integrou a produção com um Oscar no currículo, justamente por seu trabalho com John Landis em ‘Um lobisomem americano em Londres’, em 1981. Baker inclusive faz uma participação no vídeo, como o zumbi que sai do mausoléu aos 7 minutos e 10 segundos.

21 O coreógrafo
Nos clipes de ‘Beat it’ e ‘Thriller’, dois dos três vídeos lançados para promover faixas de seu mais famoso álbum, Michael Jackson trabalhou com o coreógrafo Michael Peters. Além de participar do clipe de ‘Beat it’ como um dos líderes das gangues rivais, Peters apareceu em ‘Hello’, de Lionel Richie, como o professor de dança da mocinha do famigerado vídeo.

22 O figurino
A icônica jaqueta vermelha usada por Michael Jackson no clipe de ‘Thriller’ (foto) foi criada por Deborah Nadoolman Landis, mulher de John Landis, o diretor do clipe. A figurinista de filmes como ‘Três amigos!’, ‘Indiana Jones - Os caçadores da arca perdida’ teve como missão deixar a imagem do Rei do Pop mais viril. A peça acabou sendo leiloada em 2011 por US$ 1,8 milhão.

23 Religião
O clipe de ‘Thriller’ começa com um recado assinado por Michael Jackson: ‘Devido às minhas fortes convições pessoais, gostaria de enfatizar que este filme não endossa a crença no oculto’. Na época, o cantor era Testemunha de Jeová. O apelo, no entanto, não adiantou. Michael se desligou da religião justamente por conta das críticas que o clipe de ‘Thriller’ recebeu.

24 Oscar?

As ambições de Michael Jackson com ‘Thriller’ eram grandes. O clipe passou uma semana em cartaz em um cinema de Los Angeles na tentativa de conseguir uma indicação para o Oscar de curta metragem. ‘Thriller’ foi exibido antes da animação ‘Fantasia’.

25 A coelhinha
Ola Ray, a namorada de Michael Jackson no clipe de ‘Thriller’, foi coelhinha da ‘Playboy’ americana em 1980. A moça resolveu processar o astro alegando não ter recebido os devidos direitos sobre sua participação no vídeo em maio de 2009, menos de dois meses antes da morte do Rei do Pop.

26 A risada
A risada maligna e a narração sombria do clipe de ‘Thriller’ (ouça ao lado) foi gravada por Vincent Price, ator americano conhecido como o mestre do macabro por suas inúmeras participações em filmes de suspense e terror como ‘A casa de cera’ e ‘Dr. Phibes’. Price também foi convocado para narrar a introdução de ‘The number of the beast’, do Iron Maiden, mas a banda achou seu cachê muito alto.

27 O Viral
‘Thriller’ bateu recordes também na internet. Uma paródia do clipe feita por presos filipinos em 2007 teve, até então, mais de 51 milhões de visualizações no YouTube, tornando-se um dos maiores virais da rede.

28 Grammy Awards
Em 1984, Michael Jackson reinou absoluto na cerimônia do Grammy Awards, premiação mais importante da música. Graças a ‘Thriller’, o cantor foi indicado 12 vezes e levou oito prêmios, quebrando os recordas da época: álbum do ano e produção do ano (estatuetas que dividiu com o produtor Quincy Jones), gravação do ano, clipe, melhor perfomance vocal masculina em música pop e melhor engenharia de som (todos por ‘Thriller’), além de melhor performance vocal masculina em r&b e melhor música de r&b (ambos por ‘Billie Jean’).

29 Batidas misteriosas
Antes do solo de Eddie Van Halen em ‘Beat it’, é possível ouvir um barulho parecido com o de alguém batendo numa porta. Há várias versões sobre a origem do ruído. Em uma, seriam os passos de algém andando pelo estúdio do guitarrista. Em outra, seria o próprio Van Halen batendo no corpo de sua guitarra. Na verdade, o barulho foi feito pelo próprio Michael.

30 Gravação no chuveiro
Para conseguir o efeito na voz de Michael Jackson no refrão de ‘Thriller’, Quincy Jones tentou várias técnicas, desde dobrar os vocais até pedir a Michael para cantar afastado do microfone. Mas o que funcionou mesmo foi capturar a voz do astro no chuveiro do estúdio de Westlake, em Los Angeles.


Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

_________________
"Antes de me criticar, tente me amar" - MJ

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Uma Homenagem ao Rei do POP"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://homenagemmj.ativoforum.com
 
Thriller: 30 motivos para ser #1
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» 3 motivos para amar, e 1 para odiar
» [SEHUN] Vinte motivos para amar Oh SeHun
» 10 razões para tocar um instrumento musical
» [CHANYEOL] Vinte motivos pra amar Park ChanYeol
» Shipping que te irrita

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Uma Homenagem ao Rei do POP :: Banca :: Notícias-
Ir para: